Previsão Anual Orçamentária: entenda esse método e saiba como fazer

Já passou por algum aperto em seu condomínio devido a um gasto que não estava dentro de seus planos? Isso realmente pode acontecer, até porque não há como saber quando um imprevisto vai surgir. Mas é importante que você como síndico, esteja preparado até mesmo para os contratempos.

A Previsão Anual Orçamentária te ajuda a ter um ano sem surpresas que influenciem na qualidade de vida de seus condôminos. Com ela você coloca em uma tabela tudo o que pretende gastar, para se programar até mesmo para aquilo que pode surgir e causar problemas. Veja como funciona e saiba como implantá-la em seu prédio.

Todos os seus gastos programados

Apesar de a ideia de planejar tudo o que seu prédio vai gastar em 365 dias parecer um pouco sem noção, apenas com isso vai ser possível organizar e conseguir usar o dinheiro de forma correta. Com a previsão anual orçamentária você vai conseguir saber o quanto pode gastar em cada um dos 12 meses do ano, assim como conseguir separar alguma renda para reparos que necessitem ferramentas ou profissionais externos.

Mas você sabe como aderir a esse método e passar o ano sem problemas? Primeiro vai ser necessário que você coloque no papel tudo o que gasta em um mês, incluindo salário de funcionários, despesas com água e gás, e até mesmo coisas mais supérfluas, como um café para a equipe que trabalha para você. Feito isso, vai ser necessário colocar também no papel a quantidade de dinheiro que você recebe dos condôminos.

Reuniu tudo? Hora de organizar.

Pontos que você deve seguir para começar a elaborar a previsão anual orçamentária

Para começar a elaborar todo o planejamento você precisa descobrir o quanto seu prédio gasta atualmente e quanto de dinheiro já usou em anos passados, para saber não apenas quanto o percentual cresceu com o passar tempo, mas também o que não deve ser ignorado. As contas e registros de dois anos são suficientes para você conseguir se planejar.

Caso não saiba como começar sua previsão anual orçamentária você pode pedir auxílio de sua administradora para começar a fazer isso. Os especialistas vão orientar pois sabem o quanto um prédio gasta mensalmente, e como organizar tudo de uma forma fácil e clara. Lembre-se que vai ser necessário apresentar a previsão anual orçamentária para seus condôminos, e, portanto, ela deve ser elaborada que um modo que todos possam compreender.

Junte os gastos de um mês inteiro e multiplique por 12

Depois que pegou todas as dicas com sua administradora, é hora de colocar a mão na massa e mexer na planilha de gastos. Comece dividindo seus gastos, como por exemplo somando os salários de um mês de todos os funcionários, parte que geralmente é responsável por usar boa parte da renda que um prédio ou condomínio possui.

Feito a conta, separe um valor para hora extra, caso seja necessário que uma pessoa fique no local mais tempo do que o acordado entre as partes. Também é válido saber se alguém deseja parar de trabalhar no lugar, o que pode acarretar em um saldo positivo ou negativo em sua renda.

Outro ponto que você não pode esquecer é de guardar dinheiro para os gastos que tem (ou pode ter) com manutenção e conservação. Abranja tudo: gastos com plantas, manutenção de componentes eletrônicos, compra de produtos de limpeza e dedetização. É importante que você sempre esteja de olho no mercado e saiba onde estão os menores preços, sem deixar de lado a qualidade. Consulte no mínimo três opções e escolha qual a melhor para seu prédio.

Lembre-se também de colocar nos gastos mensais os valores referentes a serviços e produtos que não podem ser deixados de lado, como água e energia elétrica de áreas de acesso, assim como o pagamento dos honorários da administradora. Por fim, e se possível, sempre deixe um dinheiro separado para gastos aleatórios, como por exemplo cópias, estacionamento, custos de correio e até mesmo o seguro do prédio.

É importante estar atento aos possíveis aumentos que você ao decorrer do tempo, como por exemplo um aumento trimestral de um serviço que contrata, assim como o aumento do salário dos funcionários, decidido com os devidos sindicatos. Quando conseguir separar todos os gastos, multiplique por 12.

Há uma coisa que você não pode deixar de levar em conta na hora de desenvolver sua previsão anual orçamentária: atraso das contas.

Tente evitar inadimplência

Apesar de ser uma das coisas que mais atrapalham o funcionamento do prédio, é importante lembrar que podem haver atrasos no pagamento do condomínio que vão influenciar na renda geral do prédio.

Sempre acompanhe os condôminos que não estão com o pagamento em dia e os comunique do impacto que o pagamento deles pode trazer para o prédio. Um acordo entre os envolvidos deve ser feito para que o orçamento do prédio não seja afetado e alguns serviços tenham que ser interrompidos.

Algo que você não pode fazer é misturar dois gastos.

Não confunda melhorias de áreas de convivência com manutenção e conservação

Sabe aquela reserva que está sendo planejada para a reforma da entrada dos moradores e visitantes? Ela jamais deve ser usada misturada com a renda de emergência. Alinhe com sua administradora quais melhorias seu prédio pode ter e separe dinheiro para realizar isso.

Como dissemos acima, defina parte de seu rendimento anual para qualquer imprevisto que possa acontecer e não destine isso para nenhuma atividade. Não há como saber quando um reparo precisa ser feito, então é importante se programar.

Se planeje sempre para ter um dinheiro adicional

Não precisamos dizer que quando for fazer sua previsão anual orçamentária, é importante que os meses sempre fechem com todas as contas pagas. Mas destine para também algo para você “passar o mês sem sufocos”. E esse é um dinheiro separado daquele que está sendo guardado para emergências.

Este é guardado para você conseguir passar o mês ou ano tranquilamente, e caso algum acontecimento que não possa ser coberto pela “renda de escape” ocorra, você vai ter para onde recorrer.

Depois de fazer tudo, é hora de apresentar na Assembleia

Após realizar todo o planejamento dos gastos que vai ter em um ano, vai ser necessário apenas mostra-la a todos os condôminos e saber se seu trabalho agradou a todos. Não se preocupe em possíveis convergências, e lembre-se que tudo pode ser resolvido. Caso se sinta inseguro, você pode pedir a ajuda de um funcionário de sua administradora.

Há chances de sua previsão anual orçamentária não funcionar, mas não se desespere. Alinhe seu orçamento de acordo com a situação de seu condomínio e evite gastos extras. Sempre acompanhe seu planejamento a risca e evite desvios que comprometam o que você fez.

É importante também que sua administradora sempre trabalhe para seguir o planejamento feito para os próximos 365 dias. A Sigma te ajuda não só a fazer a previsão anual orçamentária mas também presta todo o suporte necessário para que a renda de seu condomínio seja aproveitada da melhor forma possível. Não deixe de nos contatar.

O que acha das dicas acima? Diga nos comentários!

Sobre nós

O Grupo Sigma disponibiliza soluções para a gestão de condomínios residenciais, comerciais, empresariais e associações de moradores.

Empresa certificada:

Fale conosco

email: sacadm@sigmacondominios.com.br

Endereço
Al. Rio Negro, 1084 - 06454-000
Alphaville - Barueri - SP

Telefone
11 2078-6052 | 0800 770 1332

Trabalhe conosco

Gostaria de trabalhar na Sigma?
Veja como fazer parte da nossa equipe.

© SIGMA | Administradora de Condomínios e Serviços Terceirizados - Alphaville - Santana de Parnaíba - SP 2019 Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Public Online